SINTONIA COM A MARA

SINTONIA COM A MARA - Covid-19 e o bem e mal que se escondem em cada ser

SINTONIA COM A MARA - Covid-19 e o bem e mal que se escondem em cada ser
Ilustrao/Reproduo Facebook

A pandemia da Covid-19 expe outros males guardados no ser e ocultados dele prprio. O problema no se restringe aos riscos de contaminao, condies econmicas e questes prticas do cotidiano. O 'vrus' da quarentena atravessa as fronteiras do inconsciente e coloca o sujeito em contato com aspectos desconhecidos de sua personalidade. Traz parao mundo real um emaranhado de sentimentos, armazenados nos pores, por toda a sua existncia.
As medidas de proteo fsica manifestam, para muitos, aspectos insuportveis do convvio. O ritmo frentico da vida os mantiveram distantes de tudo, de todos e deles mesmos por tanto tempo que a proximidade se tornou estranha. O sem-nmero de afazeres serviram de desculpas para a negligncia afetiva e mal jeito no tratamento consigo e com outros. Tratou de colocar sentimentos conflitantes no plano da negao.
Forado a conviver intimamente, o sujeito precisa encarar-se. Cessados os rudos da rotina estafante, o oculto revela-se. Nunca foram apresentados, mas sempre esteve l, desde a infncia se alimentando de medos. Agora, criado e desconhecido, o pavor vem dar as caras, dizer coisas indesejveis, exigir satisfaes.
O que dizer para si daquilo que no se sabe? O que fazer com essa conscincia intrusiva? A ignorncia se utiliza da irritabilidade e raiva como estratgias de ao. Sem desculpas para si, o outro se torna o bode expiatrio - espelho para o fracasso afetivo convertido em sucesso profissional.
O medo da pobreza, da vida, da morte, impotncia, da doena, rejeio e do julgamento social impulsionaram o fazer, ter, comprar, trabalhar, gastar, exibir, pagar, calcular, investir, conferir, dormir, acordar e comear tudo de novo. Estas foram as regras at ento.
Era preciso negar. Negar a fragilidade, a sensibilidade, compaixo, ternura, o amor, a humanidade. Fingir que o outro problema dele. Que lute, mesmo sem armas. Acreditar na mentira. Orar por sade e sucesso para poder comprar condies dignas de adoecer. Fazer o bem de foto para escamotear o mal de fato. Gastar doura na rua e destilar o fel em casa. Tornar os medos intangveis.
Agora chega a nova Covid-19, no nova, modificada. Essa presena invisvel vem dizer quo frgil a vida e to forte a morte. Essa coisa, definida por letras e nmeros, traz a noo de existncia efmera. No existe, aqui, a eternidade para se conhecer e perceber o outro, corrigir os erros e transformar a realidade. O tempo agora. Sempre foi e sempre ser.
A desconstruo de iluses insuportvel. Faz-se necessrio voltar s velhas preocupaes, esquivar-se do pensar, esquecer quem somos e o que tememos. urgente voltar a adiar, para nunca, as possibilidades de fazer e se fazer melhor.
Caso o colapso externo persista, a transformao do ser ser inevitvel. E, nem todos esto preparados para contemplar-se desnudos de suas vestes fantasiosas. Nem todos esto dispostos a um salto existencial.

Mara Lcia Madureira - Psicloga e palestrante


+ Sintonia

SINTONIA COM A MARA - O último ato

Quando a dor ultrapassa todos os limites, o prazer e a vontade inexistem, as relaes perdem o sentido, o mundo se torna hostil e viver causa estranheza, ainda existe sada. Quando...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Recaída, autoimagem e autossabotagem

muito comum, aps um lapso ou uma recada, pessoas, com a sndrome de dependncia de lcool ou outras drogas, no saberem explicar o motivo que as levou a consu...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Adultos são tão crianças!

A mente adulta carrega o aprendizado de toda a vida. A infncia, adolescncia e juventude esto guardadas em suas memrias, com suas marcas e seus sonhos. Quanto ...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Haja o que houver, fique sóbrio!

O isolamento social, as incertezas, preocupaes, dificuldades financeiras e de convvio, causadas pela pandemia, podem contribuir para o aumento da ansiedade, angstia...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Ano Novo: sobre recomeçar

Entre avanos e retrocessos Entre faltas e excessos Entre o sonho e o medo Entre tarde e muito cedo Entre ficar e partir Entre omisso e existir Entre assumir e negar Entre...

Leia +