SINTONIA COM A MARA

SINTONIA COM A MARA - O último ato

SINTONIA COM A MARA  - O último ato
Ilustrao / Reproduo Facebook

Quando a dor ultrapassa todos os limites, o prazer e a vontade inexistem, as relaes perdem o sentido, o mundo se torna hostil e viver causa estranheza, ainda existe sada. Quando o ar no chega aos pulmes, o peito pesa de angstia, a solido uma constante e, nesse grande vazio, no h onde se encaixar, ainda existe sada. Quando o mnimo insuportvel e tudo no basta, no ingratido, mas de uma combinao perigosa de condies ambientais doridas, fatores biolgicos disfuncionais e comprometimento psicolgico. 

No crebro, alguns neurotransmissores no esto funcionando bem e a serotonina no cumpre seu papel de regular o humor. Da a grande tristeza. A mente no compreende esses processos. O pensamento catico formula julgamentos negativos sobre si mesmo, sobre os outros, sobre o mundo, como se as lentes da percepo perdessem a capacidade de captar qualquer estmulo positivo e contemplassem, apenas, as adversidades , com zoom. Tudo est alterado. 

Numa espiral descendente de atordoamento, desprazer e dor,o respirar sufoca e pensar, pesa. A sensao de descontrole e a convico de incapacidade para viver aceleram o precipcio. A ideao suicida surge como soluo final. Um desfecho trgico para um mal tratvel. A pior escolha para uma situao reversvel. O ltimo e menos louvvel ato de uma existncia. 

A sada do fundo do poo s possvel subindo, no afundando. 

O resgate da sanidade depende da ao coordenada de uma rede de apoio social, suporte adequado de familiares e amigos, assistncias mdica e psicolgica imediatas. Os medicamentos antidepressivos, prescritos e acompanhados por um psiquiatra, estabilizaro os processos neuroqumicos cerebrais para melhorar o humor, regular o sono e reduzir a ansiedade. A psicoterapia ajudar na compreenso do transtorno, reestruturao do pensamento e construo de respostas para enfrentamento da crise. 

Familiares e amigos so as bases de amparo, ateno e cuidados. Sem crticas, sermes ou cobranas. No se trata de frescura, preguia, falta de f ou atitude. desespero, angstia, sofrimento, um distrbio biopsicossocial que, a cada 40 segundos, subtrai uma vida no mundo. Um transtorno tratvel, desde que identificado e manejado corretamente. 

Vida e morte so temas srios, urgentes. O socorro no pode ser adiado, nem a vida abreviada. O intervalo tem de ser coerente, razovel. Medos e tabus no devem inibir a discusso e a ignorncia e o silncio no podem prevalecer. Entre a dor e a deciso extrema de morte existem tratamentos e, para todos os problemas, solues. Suicdio no sinal de coragem ou covardia. transtorno mental. digno buscar, encontrar e aceitar ajuda.

Setembro Amarelo um meio de conscientizao de que a vida para ser vivida sem atalho, com qualidade, sade e respeito. tempo de reflexo para todos os dias da vida, sobre todas as vidas do mundo.


Mara Lcia Madureira

Psicloga



+ Sintonia

SINTONIA COM A MARA - Recaída, autoimagem e autossabotagem

muito comum, aps um lapso ou uma recada, pessoas, com a sndrome de dependncia de lcool ou outras drogas, no saberem explicar o motivo que as levou a consu...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Adultos são tão crianças!

A mente adulta carrega o aprendizado de toda a vida. A infncia, adolescncia e juventude esto guardadas em suas memrias, com suas marcas e seus sonhos. Quanto ...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Haja o que houver, fique sóbrio!

O isolamento social, as incertezas, preocupaes, dificuldades financeiras e de convvio, causadas pela pandemia, podem contribuir para o aumento da ansiedade, angstia...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Covid-19 e o bem e mal que se escondem em cada ser

A pandemia da Covid-19 expe outros males guardados no ser e ocultados dele prprio. O problema no se restringe aos riscos de contaminao, condies econmicas ...

Leia +

SINTONIA COM A MARA - Ano Novo: sobre recomeçar

Entre avanos e retrocessos Entre faltas e excessos Entre o sonho e o medo Entre tarde e muito cedo Entre ficar e partir Entre omisso e existir Entre assumir e negar Entre...

Leia +